Tax Free: como receber o reembolso de impostos

Uma das coisas que pesquisei bastante antes de viajar para a Europa foi com relação ao tax free.

Mas o que é o Tax Free?  Quando você compra um produto na Europa, ele já vem com o imposto embutido no preço (IVA ou VAT). Este imposto varia entre os países, variando de 15% a 25% por exemplo. O Tax-Free é a isenção deste imposto para os viajantes com residência fora da União Européia.

Como funciona na prática? Inicialmente saiba que não é toda compra que fizer que poderá ter o reembolso do imposto, bem como não são todas as lojas que participam. Ainda, importante saber que cada país tem um valor de gasto mínimo, na mesma loja e no mesmo dia, para que você possa pedir o reembolso. Por ex, na Holanda o gasto mínimo é de 50 euros, já na França são 175 euros .

Ainda, o percentual de reembolso também varia de país para país. Você pode fazer uma simulação no site da Global Blue/Global Refund, só para ter uma noção de valores, pois não é exatamente a % do imposto. Só ir em Express Refund Calculator no link acima, escolher o país e valor da compra.

Quando for em uma loja, pergunte se eles tem tax free ou observe se tem o adesivo do programa. Se sim, quando for pagar a conta, só apresentar o passaporte e um cartão de crédito. Você terá que indicar de que forma quer seu reembolso: desconto na compra, em espécie ou no cartão de crédito. De qualquer forma terá que entregar o cartão de crédito, pois no caso de você optar por exemplo pelo desconto ainda na loja e você não enviar os formulários (vou explicar em seguida), eles farão o débito no valor no seu cartão de crédito.

o carimbo está na parte inferior da nota

Depois de escolher a forma que irá querer seu reembolso, eles lhe darão um formulário que será assinado pela loja e por você, junto com um envelope. Ali já terá o valor que você será restituído. O formulário deverá obrigatoriamente  ser carimbado no aeroporto.

Depois de carimbado você tem duas opções, dependendo de sua escolha lá na loja: ou pega o dinheiro em espécie em um dos pontos de reembolso no aeroporto (como por ex da Global Blue), ou procura pelas caixinhas de correio e deposita o envelope para depois receber no seu cartão de crédito. Outra opção ainda é enviar o envelope pelo Correio, aqui do Brasil mesmo.

Ahh se você for visitar vários países na Europa, o processo do tax free somente poderá ser feito no último país que você estiver, ou seja, somente no aeroporto que você estará voltando para o Brasil!

Agora vou contar como foi nossa experiência, pois em duas compras tivemos sucesso  e em outra não! Ainda teve um pessoal que estava no nosso voo que não conseguiram e vou contar porque! Continue lendo, sei que é um pouco casantivo, mas é importante viajar sabendo como funciona todo o procedimento certinho para não ter problemas depois =p

Em Amsterdam compramos Iphone e optamos por receber o refund no cartão de crédito. Preenchemos o formulário certinho, carimbamos na aduana e colocamos na caixinha de correio da Global Blue que havia no aeroporto em Roma (este procedimento do carimbo somente poderá ser feito no último país que você estará antes de voltar para o Brasil).

30 dias depois estava o crédito no cartão de crédito, já em reais. Para se ter uma ideia, o valor do reembolso que havia no formulário era de 138 euros. No cartão eles convertem para dólar e depois para real… no final recebi R$295,55

Se você fizer as contas, no fim a cotação não foi boa, mas….. nosso vôo era super cedo e quem deixou para pegar o dinheiro lá não conseguiu, pois ainda estava fechado. No nosso caso foi a melhor e única opção.

Ah outro detalhe importante do aeroporto em Roma. Há dois lugares para carimbar os formulários. Um antes de passar pelo raio x e outro depois. Se for fazer antes, de qualquer forma tem que fazer o check-in antes e comprovar que estará deixando a Europa. Assim, deixe os pertences na bagagem de mão. Porém, um pessoal que estava em nosso voo depois do check-in foram ali carimbar e não conseguiram, pois como haveria uma conexão em Lisboa – Portugal, lá que deveriam fazer este procedimento. Resultado: o tempo lá foi curto e não tiveram tempo para carimbar os formulários e assim não conseguiram o reembolso.

No nosso caso, eu já havia lido que havia um local para este procedimento após o raio x (por isso é muito importante se informar como funciona no aeroporto que você irá antes de ir). Após o raio x, só virar a esquerda você verá o local, conforme na foto abaixo). Como era cedo, não tinha fila alguma e foi super rápido. Abriu somente as 06 da manhã. Mas já li muito depoimentos que as filas são enormes, portanto, se programe para chegar cedo no aeroporto.

é naquela janelinha que você carimba os formulários e terá que mostrar o que comprou caso seja solicitado

Importante: tenha em mãos todos os produtos que irá querer reembolso pois eles pedem para ver na aduana. Outro ponto muito importante: havia lido em algum blog, não me lembro mais qual =( que eles observam se os produtos são novos, pois já teve casos de eles não reembolsarem produtos usados. Ex: estar usando um relógio ou Iphone. Como você já está usando os produtos, eles alegam que não tem o porque de realizar o reembolso do VAT, já que é válido somente para produtos não utilizados na Europa. No nosso caso, quando fomos pegar o carimbo no formulário ele pediu para ver os produtos e conferiu se não estavam usados.

Então… depois de carimbado, fechamos o envelope e colocamos na caixinha do correio da Global Blue.

caixinha de correio da Global Blue que encontramos

Porém, teve uma compra que fizemos em Paris que era de outra empresa, que agora não lembro o nome, acho que era Pablo, mas não havia caixinha de correio em Roma. Então, só chegando no Brasil enviamos o envelope pelo correio e também aproximadamente 30 dias depois o crédito estava na fatura do cartão! Neste o reembolso era de 33 euros e na fatura veio R$103,00. Neste caso a cotação já veio bem melhor que a da Global. =)

Aqui mais uma observação, no envelope diz que não precisa selar…. mas penso que isso se você colocar no correio lá… por via das dúvidas selei nosso envelope e chegou lá certinho! Já li em alguns blogs que dão a dica para selar também!

E o que não deu certo pra nós? Na Sephora em Paris, já pedimos para fazer o desconto no ato da compra… da mesma forma recebemos o formulário para ser carimbado e tínhamos que enviar pelo correio… nós entendemos na loja que tínhamos 60 dias para entregar o formulário assinado (não sei se entendemos errado ou se foi isso mesmo), mas enfim… 30 dias exatos depois da compra veio o débito no cartão de crédito do desconto que tínhamos ganho =( enviamos o envelope selado da mesma forma que na compra que falei anteriormente e para a mesma empresa: Pablo, mas como o débito veio antes…. acho que agora não farão mais o reembolso novamente pois estou até agora esperando!

Então a dica é: só peça o desconto já no ato da compra se tiver certeza que conseguirá fazer com que o formulário chegue para eles em até no máximo 30 dias!

Gente… olhando minha fatura do cartão de crédito na data de hoje (04/05/2015) não é que vejo um crédito  do tax free? Fiquei toda feliz… afinal achei que essa já tinha perdido! Então a nova dica é: mesmo que venha o débito no seu cartão envie mesmo assim o formulário, pois no nosso caso ainda recebemos o reembolso!

Resumindo: Primeiro observe se a loja participa do programa de tax free, observe o valor mínimo da compra (não esqueça que tem que ser na mesma loja e no mesmo dia, não vale acumular notas de vários estabelecimentos, ou do mesmo estabelecimento mas de dias diferentes), tenha passaporte e cartão de crédito em mãos na hora da compra, não esqueça de preencher e depois pegar o carimbo no formulário no aeroporto e depois colocar o envelope no correio caso opte pelo reembolso no cartão de crédito, ou já pegar seu dinheiro no aeroporto, tudo isso, no país que você estiver deixando a Europa!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *