Vaticano: como foi nossa visita ao Museu do Vaticano e a Basílica de São Pedro

Posso afirmar sem dúvida alguma que o Vaticano foi um dos lugares mais impressionantes que conheci em minha vida.

O Vaticano é a sede da Igreja Católica e uma cidade/estado soberano. É o menor estado soberano do mundo, com aproximadamente 44 hectares e fica situado sobre as sete colinas de Roma (Capitólio, Quirinale, Viminale,Esquilino, Célio, Aventino e Palatino) num enclave murado dentro da cidade de Roma.

Como chegar: Nós pegamos um metrô em Roma e é possível descer na estação Ottaviano (S. Pietro) ou Cipro (Musei Vaticani). Não me lembro em qual das duas descemos, mas qualquer uma é possível. Dali fomos a pé até o Museu do Vaticano, onde tínhamos horário marcado para às 09:00 e por onde começamos nossa visita. Havia uma fila enorme e vários grupos de excursões, mas como já tínhamos comprado nosso ingresso online antecipadamente entramos direto. Você pode ir também de ônibus, táxi ou até mesmo a pé se tiver disposição.

MUSEU DO VATICANO: O Museu é enorme e impressionante. Antecipo que as fotos não demonstram nem 10% do que é o lugar. O teto, as paredes, o chão… tudo é uma obra de arte!

864

O museu visto da cúpula da Basílica de São Pedro.

Você vai observar que há dois percursos a serem feitos: o breve e o longo. Uma dica para quem não quer perder tempo é ir pelo percurso breve e assim chegará mais rápido a Capela Sistina, o ambiente mais visitados do museu e é estritamente proibido tirar fotos . =(  Mas até chegar a capela Sistina se passar por vários ambientes.

A título de curiosidade, as pinturas no teto da Capela Sistina são cenas do Gênese e foram pintados por Michelangelo entre os anos de 1508 e 1512. Já as pinturas nas paredes laterais foram feitas por artistas como Ghirlandaio e Botticelli. Também é nela onde conclaves são reunidos para a eleição do novos papas.  Não tenho palavras para dizer o quão linda é a capela e suas pinturas.

Há também as salas de Rafael, Galeria dos Mapas, dentre muitas outras galerias, Abaixo algumas fotos:

IMG_8762

Museu do Vaticano

IMG_8746

Museu do Vaticano

IMG_8750

Museu do Vaticano

IMG_8745

Museu do Vaticano

IMG_8760

Museu do Vaticano

IMG_8767

Museu do Vaticano

Ingresso on-line: eu sempre sou a favor de comprar ingressos antecipadamente, pois odeio filas! Para visitar o Museu não foi diferente. Nesse link você acessa a página para comprar o ingresso . Compramos o admisssion tickets, que é a visita ao museu por conta própria. No site você verá que tem outras opções como tour guiado por exemplo. Compramos o primeiro horário, que era às 09h e o museu já estava super cheio! Tanto fila para a compra de ingressos, quanto dentro do museu mesmo. Sorte que já tínhamos o ingresso e entramos direto.

BASÍLICA DE SÃO PEDRO: é o maior e mais importante edifício religioso do catolicismo e um dos locais cristãos mais visitados do mundo.  Possui 218 metros de comprimento e 136 m de altura (incluindo a cúpula) e apresenta uma área total de 23 mil m². O interior da basílica abriga 45 capelas e 11 altares, além de várias obras de artes. Curiosidade: parte do mármore utilizado da Basília veio das ruínas do Coliseum.

IMG_8842

Basílica de São Pedro

IMG_8774

Basílica de São Pedro

IMG_8839

Basílica de São Pedro

São Pedro, um dos doze apóstolos de Jesus e o primeiro Papa, está enterrado na basílica. Há uma estátua de bronze de São Pedro, onde os fiéis costumam beijar ou tocar com as mãos os pés para receber bençãos.

IMG_8811

Estátua de bronze de São Pedro

IMG_8812

Estátua de bronze de São Pedro

Eu já havia ficado encantada com o Museu do Vaticano, mas fiquei ainda mais encantada com a Basílica de São Pedro. Ela é grandiosa, magnífica, linda…. sem palavras!!!!! É de se ficar literalmente de boca aberta com a perfeição do lugar! Ela pode abrigar até 60 mil pessoas de uma só vez!

Para entrar na Basílica é preciso passar por um detector de metais. Nós fomos na Basílica após nossa visita ao Museu do Vaticano e tivemos sorte de a fila estar pequena… em poucos minutos ingressamos na Basílica mais linda que já vi em toda a minha vida. Ainda bem que foi a última que visitamos em nossa viagem pela Europa, assim encerramos com chave de ouro!

A dica aqui é: chegue cedo, principalmente se for em alta temporada, porque pelo que li em vários sites as filas costumam ser enormes! Nós fomos numa quarta-feira no início de janeiro e ainda apenas alguns dias após o triste atentado que ocorreu em Paris e na TV estava passando que o Vaticano poderia ser um dos possíveis alvos, acredito que por isso não tinha tanta gente assim, apesar de estar relativamente cheio.

Uma das partes mais bonitas da Basílica para mim foi o Altar Papal. Tem quatro colunas retorcidas de bronze e detalhes dourados, que sustentam o Baldaquino, e é lindo! Sua altura é de 30 metros e parte do bronze utilizado veio do Phanteon.

IMG_8813

Altar Papal

IMG_8832

Altar Papal

IMG_8807

Altar Papal ao fundo

IMG_8817

Altar Papal

IMG_8814

Detalhes

O interior da basílica é ricamente decorado com mármore, esculturas e vários ornamentos com acabamentos a ouro. A Basílica é tão imensa que você se sente uma formiguinha lá dentro.

877

Basílica de São Pedro

871

Basílica de São Pedro

IMG_8777

Basílica de São Pedro vista do andar de cima

IMG_8819

Detalhes – Basílica de São Pedro

IMG_8821

Basílica de São Pedro

IMG_1212

Basílica de São Pedro

A entrada na Basílica é gratuita, você só paga para subir a Cúpula, se quiser.

IMG_8742

A Cúpula vista do Museu do Vaticano

A cúpula tem 136,57 metros de altura. Para subir, são 550 degraus e o valor em janeiro de 2015 era de 5 euros. Ou então, você paga 7 euros e sobe uma parte de elevador, depois são “só” mais uns 320 degraus até chegar ao topo…e foi o que fizemos! E digo que valeu cada degrauzinho subido! A visão é linda!

Importante: a subida não é fácil. É estreita e abafado. Como era inverno nesse sentido foi tranquilo, mas imagino que no verão deva ser terrível. Quem tem claustrofobia não vá! Para se ter ideia, no final há uma corda para você apoiar e conseguir subir os últimos degraus!

IMG_8780

Praça de São Pedro vista da Cúpula da Basílica

IMG_8786

Parte de Roma vista da Cúpula da Basílica

IMG_8792

A cúpula antes da subida dos 320 degraus

IMG_8788

Vaticano

IMG_1253

Na descida da Cúpula

Lá em cima há lojinhas que vendem várias lembrancinhas. Você encontrará bem mais barato nas ruas lá embaixo, mas para pessoas especiais compramos lembranças diretamente da Basílica de São Pedro.

Ver o Papa: O Papa costuma aparecer aos domingos (ele aparece na janela do Palazzo Apostolico, que dá para a Piazza San Pietro) e nas quartas-feiras ele faz a audiência papal na praça de São Pedro. Nestes dias costuma estar bem cheio. Sim, nós fomos numa quarta e não vimos o Papa. Mas já sabíamos que ele não estava no Vaticano naquela semana que estávamos em Roma.

A audiência Papal tem duração de mais de uma hora e é gratuita, porém para assisti-la é recomendável reserva com antecedência através de um convite. Para mais informações só clicar neste site, onde é informado o endereço que você deve enviar sua solicitação.

Praça de São Pedro: A Piazza di San Pietro foi construída entre 1656 e 1667. No seu centro foi erguido um obelisco, que foi originalmente trazido do Egito

809

Piazza di San Pietro

Piazza di San Pietro

IMG_8770

Piazza di San Pietro

IMG_8837

Piazza di San Pietro

Mais uma Dica: Não é permitido entrar com saia curta, decotes, shorts ou blusa que deixam os ombros de fora. Se estiver com roupa que eles considerem inadequada você será barrado na porta.

Necrópole do Vaticano: Há mais de 2 mil anos atrás a área que hoje é o Vaticano era um morro que era utilizado como cemitério público e onde o apóstolo Pedro foi enterrado. Na era do império de Constantino, nos anos entre 274 a 337d.C., as necrópoles foram cobertas com terra. Constantino queria construir uma basílica no local e como as leis da época previam que não se podia destruir necrópoles, mausóleos, etc. ele decidiu cortar os seus tetos de modo a planificar a terra para dar espaço a primeira basílica do Vaticano.  Por volta do ano de 1600 a igreja deu espaço a Basílica de São Pedro e a Necrópole permaneceu lá em baixo. E é possível fazer esse passeio que deve ser super bacana, rico em história e que infelizmente não fizemos.Quando descobri já estava muito em cima da data de viagem e não conseguimos.

Para conseguir entrada para o tour você deve mandar um e-mail para: scavi@fsp.va com pelo menos 3 meses de antecedência com a quantidade de pessoas que irão fazer o passeio, bem como o nome completo, a língua que gostaria que o seu guia falasse e a sugestão de dias que você esta disponível para fazer a visita. Dizem que que eles respondem rápido já com a data da visita. Custa em torno de 13 euros por pessoa. Mais informações aqui.

2 comentários em “Vaticano: como foi nossa visita ao Museu do Vaticano e a Basílica de São Pedro

  1. Ola
    Parabens pela publicação! Está ótima . Já li vários blogs sobre visita no Vaticano e não consigo informações sobre a compra do ingresso para subir até a cúpula . Só consegui informações sobre os valores, mas onde comprar antecipadamente não consegui achar…. Você sabe me dizer se é possível comprar antecipadamente como os ingressos para os museus ou somente na bilheteria? Obrigada!

    • Muito obrigada!! =)
      Então, até onde eu sei, só é possível comprar na hora mesmo.
      A bilheteria fica ao lado da entrada interna da Basílica, do lado direito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *